segunda-feira, 16 de outubro de 2017


Tonight Alive lançou nesta segunda-feira (16) um clipe para o single inédito ''Temple''. Este single faz parte do quarto álbum de estúdio da banda intitulado ''Underworld'', que será lançado no dia 12 de janeiro de 2018 através da Hopeless Records

O álbum, que contém 13 faixas, foi produzido por Dave Petrovic, que já trabalhou com a banda no álbum The Other Side (2013). Este será o primeiro álbum sem o guitarrista Whakaio Taahi, que deixou a banda para se dedicar a outros projetos. Abaixo você pode conferir o comunicado da banda: 


Ouça o novo single e confira a tracklist do álbum: 

1. Book Of Love
2. Temple
3. Disappear
4. The Other
5. In My Dreams
6. For You
7. Crack My Heart
8. Just For Now
9. Burning On
10. Waiting For The End
11. Last Light
12. Looking For Heaven
13. My Underworld


sexta-feira, 13 de outubro de 2017


Knuckle Puck lançou nesta sexta-feira (13) através da Rise Records o seu segundo álbum de estúdio intitulado ''Shapeshifter''. O álbum, que contém 10 faixas, foi produzido por Seth Henderson, que já trabalhou com a banda no EP While I Stay Secluded (2014) e no álbum Copacetic (2015). 

Destaque para as faixas ''Twist'', ''Double Helix'', ''Gone'' e ''Stuck In Our Ways''. Ouça o álbum abaixo: 

1. Nervous Passenger
2. Twist
3. Double Helix
4. Gone
5. Everyone Lies To Me
6. Stuck In Our Ways
7. Want Me Around
8. Conduit
9. Wait
10. Plastic Brains



Ouça no Spotify: https://open.spotify.com/album/1ljgNdyFCcnQxAbzejZrax

segunda-feira, 9 de outubro de 2017


Os caras do Project46 lançaram nesta segunda-feira (9) um clipe para a música inédita ''Pânico'', que faz parte de seu terceiro álbum de estúdio intitulado ''TR3S'', que estará disponível em todas as plataformas digitais no dia 13 de novembro. Este é o primeiro álbum com a nova formação da banda, com o baterista Betto Cardoso e o baixista Baffo Neto. 

O álbum, que conta com 10 faixas inéditas, foi gravado e produzido pelo produtor Adair Daufembach em seu estúdio em Los Angeles, California (EUA) entre junho e julho de 2017. A arte do álbum foi desenvolvida pelo artista Billelis (UK). 

O show de lançamento do álbum vai acontecer dia 3 de Dezembro no Tropical Butantã em São Paulo na terceira edição do 46FEST. O line up do festival será divulgado em breve, porém você já pode garantir o seu ingresso aqui

Garanta o álbum na pré-venda: http://loja.project46.com.br/pd-4E83C2.html 

Tracklist: 

1. Terra de Ninguém
2. Corre
3. Pânico
4. Rédeas
5. Realidade Urbana
6. Marginal
7. Pode Pá
8. Anônimo
9. Um passo à Frente
10. TR3S



Com fortes influências em bandas como Architects, Novelists, This or the Apocalypse e Periphery, a Wild Test foi formada em janeiro de 2015 e atualmente é composta por Vinicios Silva (vocal), Ricardo Rafalski (guitarra e backing vocal), Matheus Velani (baixo) e Jacques Chiba (bateria). No mês seguinte a banda lançou o seu primeiro single intitulado ''Face Of The Feelings''. A banda finalizou recentemente as gravações de seu primeiro EP intitulado ''Nothing Remains'', que será lançado em breve. 

"O ultimo show que fizemos foi o Can We Call it Tour com a Sea Smile e Renascida em Curitiba e Londrina. O planos pra 2018 além dos shows é terminar o próximo CD no qual já demos início, o que não pode acontecer são os picos de baixa produtividade da banda como tivemos há pouco tempo atrás por fatores pessoais. Se manter em uma banda independente é saber que ela é uma das várias coisas na qual nos dedicamos, não é possível ter uma integridade total com isso, mas sim nos organizarmos de forma melhor para que o comprometimento não seja afetado." - afirma o guitarrista Ricardo Rafalski.

"Encaramos essa questão de influências como uma coisa mutável, é complicado dizer esses nomes de peso, talvez cria-se uma expectativa no público que não é verdadeira, é interessante deixar a identidade da banda fluir e as comparações ficam a critério de quem escuta." - completa Rafalski. 

Acompanhe a banda nas redes sociais: FacebookInstagram



A banda santista Maipo lançou no início de setembro o seu primeiro EP autointitulado. O EP, que contém 5 faixas, foi gravado no Dakota Estúdio. Com influências no rock alternativo e emo, a banda foi formada em janeiro de 2016, e atualmente é composta por Leandro Ribeiro (vocal), Andrey Dutra (guitarra), Lucas Henrique (baixo) e Viktor Lira (bateria). 

Ouça o EP abaixo: 

Spotify: http://spoti.fi/2wrzyVN
ONErpm: http://bit.ly/2etR5Zc (download free)
Deezer: http://bit.ly/2gnoVvv

1. Reestruturar
2. Andarilho
3. Estações
4. Controle Sua Criança
5. Dissuadir


domingo, 8 de outubro de 2017


No seu terceiro álbum, “As You Please”, o Citizen está mais introspectivo e mostra a crescente versatilidade de um grupo de sete anos que ainda está inquieto. Com a assinatura do produtor Will Yip, a banda lançou na última sexta-feira (6) as doze músicas que fundem aspectos dos seus dois primeiros discos em algo novo. Além da presença da melancolia catártica de “Youth” (2013) e da intensidade de “Everybody Is Going To Heaven” (2015), o Citizen adiciona também no arsenal do novo álbum, uma gama de instrumentos auxiliares e experimentação sonora.

Composto ao longo de um ano, o disco é desprovido dos elementos brutais e sinistros encontrados em “Everybody Is Going to Heaven”. Em “As You Please” a banda vai além de seus contrastes antigos do grunge e busca algo benévolo. Há um núcleo espiritual que se manifesta de modo sutil, como nos vocais etéreos que fazem eco em "Control", os órgãos zumbindo em "You Are a Star" ou o refrão quase operístico de “In the Middle of it All”, onde o vocalista Mat Kerekes é colocado à prova, cantando o título da música em um coro modulado e assustador. A adição de órgãos e efeitos de bateria não convencionais em músicas como "You Are A Star" e "Medicine" criam ênfases de tensão e fragilidade, enquanto os grandes coros das faixas "Jet" e "I Forgive No One" são lembretes de que mesmo mergulhando em território inexplorado com o novo álbum, a banda está boa como sempre em escrever hinos emocionalmente carregados.

A forma bem feita com que o Citizen compôs “As You Please” é um avanço catastrófico para a banda. Há danos e desordem na vida dos integrantes do grupo, mas dentro deste registro todas as peças foram restauradas em um arranjo ornamentado que corresponde a um mosaico de vitrais. O Citizen agitou e criou o seu ponto de vista único no ótimo contexto do rock alternativo. “As You Please” foi delicadamente elaborado para provocar a cada momento e apresenta o Citizen em seu estado mais confiante e expansivo. 

Ouça o álbum abaixo: 



Fonte: Assessoria HBB